Homem morre prensado por poltrona de cinema; Empresa reconhece erro

 Homem morre prensado por poltrona de cinema; Empresa reconhece erro

Uma empresa responsável por redes de cinema no Reino Unido admitiu que foi culpada em um caso onde um jovem morreu esmagado por uma poltrona reclinável.


O caso aconteceu em março do ano de 2018. De acordo com um jornal local, houve reconhecimento que a empresa não ofereceu a segurança adequada para seu cliente.

O jovem que faleceu na ocasião tinha 24 anos e ficou esmagado ao tentar procurar suas chaves e seu telefone debaixo da poltrona, que tem um apoio para os pés reclinável e elétrico.

Sua esposa tentou segurar o apoio mas a ajuda não foi suficiente e por isso solicitou apoio local. Os funcionários tentaram retirar o homem por mais de 15 minutos, mas os botões de acionamento do apoio para os pés não funcionaram.

O homem foi levado para um hospital mas ele acabou falecendo por falta de oxigênio no cérebro. O inquérito concluiu que faltava uma barra que permitia sua liberação do espaço.

Da Redação ODC.
Fonte: UOL
Leia também: Procon de São Paulo notifica Facebook sobre vazamento de dados dos seus usuários

Outras notícias