Homem testa câmera no sapato para ver por baixo de saias, porém o equipamento explode

 Homem testa câmera no sapato para ver por baixo de saias, porém o equipamento explode

Um homem de 32 anos quis dar uma de espertinho mas acabou se dando muito mal. Ele planejava andar com um sapato com uma câmera na ponta para poder observar por baixo da saia das mulheres na rua. Só que a ideia começou mal logo durante os testes.

Enquanto testava o novo equipamento, o homem, cuja identidade foi preservada, sofreu ferimentos pois a câmera explodiu em seu pé. Não chegou a ser feita nenhuma gravação, de acordo com a polícia, e por isso ele foi liberado.

Depois da explosão, o homem comprou medicamentos para queimaduras e logo em seguida foi se confessar em uma igreja, onde foi convencido pelo padre a se entregar para a polícia. O caso aconteceu nos Estados Unidos, onde essas atitudes podem gerar uma acusação criminosa.


No Brasil não há uma lei específica para casos como esse, porém é considerado uma importunação ofensiva ao pudor, o que pode gerar multa, mas não chega a causar prisão.

Da Redação ODC.

Outras notícias