Homens que agrediram mulheres são liberados após audiência de custódia e voltam a ameaçar em Campinas

 Homens que agrediram mulheres são liberados após audiência de custódia e voltam a ameaçar em Campinas

As audiências de custódia continuam causando muita polêmica. Em Campinas, dois homens acusados de agressão contra mulheres foram soltos após passarem por essa audiência e imediatamente voltaram a ameaçar as vítimas.

Em um dos casos, uma mulher com medida protetiva denunciou o ex-namorado por perseguição e agressões. Na quarta-feira da semana retrasada o agressor foi até o trabalho da mulher, fez ameaças e a obrigou a entrar dentro do carro dele, de onde fez mais ameaças. Ela chamou a Guarda Municipal e prendeu o homem em flagrante.

No dia seguinte, a mulher voltou à delegacia para pegar o Boletim de Ocorrência e lá encontrou o agressor já solto. Ao vê-lo, a mulher passou mal e acabou desmaiando. No final de semana seguinte, ela voltou a receber ameaças por telefone.


Já na semana passada uma outra mulher foi agredida em um ponto de ônibus e mesmo com a chegada da polícia, ele continuou batendo nela. Houve a prisão mas logo depois o rapaz de 27 anos foi liberado na audiência de custódia. Isso fez com que as mulheres questionassem a lei Maria da Penha, já que como os homens voltam às ruas, elas continuam sob risco.

Na audiência de custódia, o juiz verifica se o acusado pode responder ao crime em liberdade ou não, e em caso de medida protetiva, ele avalia se houve desrespeito à medida para manter a pessoa detida.

Da Redação ODC.

Outras notícias