Hospital Ouro Verde desativa mais 10 leitos de UTI que eram exclusivos para Covid

 Hospital Ouro Verde desativa mais 10 leitos de UTI que eram exclusivos para Covid

Foto: PMC

O Complexo Hospitalar Prefeito Edivaldo Orsi (Hospital Ouro Verde) converteu, no final de semana, mais dez leitos de UTI, que eram destinados a pacientes graves com Covid-19, para a internação de pacientes com outras doenças.

Com isso, a Rede Mário Gatti passa a contar com 25 leitos de UTI Covid, sendo dez no Ouro Verde e 15 na Unidade Hospitalar Mário Gatti-Amoreiras. Desse total, 14 estão ocupados nesta segunda-feira. Os dois hospitais somam 43 leitos de enfermaria Covid, dos quais 29 estão ocupados.

A desmobilização de leitos de terapia intensiva é decorrência da redução da necessidade de internação de pacientes graves com Covid-19. A Rede Mário Gatti chegou a ter, em junho, na segunda onda da pandemia, 114 leitos de UTI – um aumento de 81,8% em relação às estruturas existentes em janeiro – e 132 leitos de enfermaria, 43,4% superior a janeiro.


“A conversão de leitos ocorre com muita cautela, com acompanhamento diário dos indicadores da pandemia. A vacinação da população vem reduzindo a necessidade de internação e isso permite que possamos aumentar leitos para atendimento de pacientes com outras doenças”, afirmou o presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni.

Segundo ele, o acompanhamento diário dos números da pandemia está balizando a reversão de leitos de forma a evitar desassistência, na possibilidade de recrudescimento da situação.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Prefeitura de Campinas libera acesso de 100% do público em eventos diversos

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *