Índice de morte de idosos em asilos de Campinas sobe de 50% para 74% em um mês

42

O índice de mortalidade de idosos em casas de repouso de Campinas continua muito alto por conta do novo coronavirus. A estimativa é de que ao menos 3/4 dos contaminados em casas de idosos acabaram morrendo.

Os dados foram confirmados pelo Departamento de Vigilância Sanitária em Saúde. 62 idosos em casas de repouso testaram positivo para o novo coronavirus, e 46 morreram.

A avaliação foi feita em cima de 27 Instituições de Longa Permanência de Idosos e foram consolidados os dados de 24 delas. 547 moradores dessas casas passaram pelo teste de detecção do novo coronavirus.

Dos 62 idosos contaminados, 55 precisaram ser internados. Cinco das casas de repouso não têm mais nenhum trabalhador ou morador com sintomas do novo coronavirus.

Esse é o segundo apontamento feito pela prefeitura de Campinas. No primeiro, o índice de mortalidade estava menor: 50%. A primeira morte de um idoso em um asilo aconteceu em 3 de abril e aconteceu em um estabelecimento irregular, já interditado.

Da Redação ODC
Fonte: G1
Leia também: Justiça usa motivo esdrúxulo para libertar casal que confessou ter matado motorista em Campinas