João Doria diz que não vai desistir do plano de corte de gastos que extingue empresas

 João Doria diz que não vai desistir do plano de corte de gastos que extingue empresas

O governador João Doria reforçou a defesa do Projeto de Lei 529/2020, que visa equilibrar as contas do Estado depois da pandemia do novo coronavirus.

De acordo com Doria, as contas não fecham e caso não seja possível fazer cortes em várias áreas, o pagamento de salários dos servidores e de fornecedores poderá ficar comprometido.

Muitas áreas estão reclamando dos cortes, sobretudo as universidades estaduais, que ficariam obrigadas a repassar aos cofres do Estado dinheiro de eventuais superávits nas contas. Isso poderá comprometer vários trabalhos de pesquisa que estão em andamento.


O dinheiro que viria desse superávit, que vale também para autarquias, iria para o pagamento de aposentadorias e pensões do próprio Estado. João Doria disse novamente que não vai recuar na proposta, mesmo com as fortes críticas.

Doria disse que vai trabalhar para que a Assembleia Legislativa vote o projeto o quanto antes, e adiantou que o Estado não vai chegar ao ponto de ter que cortar serviços ou envio de insumos para qualquer setor que seja e que não vai estourar o teto de gastos. As universidades continuam reforçando que são autônomas e que não deveriam repassar o dinheiro solicitado.

Da Redação ODC.
Fonte: CBN
Leia também: Atenção para os novos horários dos shoppings a partir de hoje, dia 21/08 em Campinas

Outras notícias