Jonas Donizette prorroga quarentena em Campinas por mais uma semana

18671

A quarentena obrigatória em Campinas foi prorrogada por mais uma semana. O decreto foi publicado ontem pelo prefeito Jonas Donizette no Diário Oficial do Município.

No mesmo decreto foi informado que a flexibilização nas regras vão acontecer a partir do dia 8 de junho e que houve o adiamento por causa do aumento na demanda regional por atendimentos médicos.

Caso o número de doentes continue a aumentar gradativamente, o fechamento do comércio será novamente determinado, de acordo com as regras atuais. As regras de flexibilização são as seguintes:

Serão liberados:
• serviços de alimentação, como restaurantes, bares e congêneres, os quais devem atender exclusivamente mediante serviços de entrega (delivery) ou retirada (drive thru), vedado o atendimento presencial ao público.
• padarias, supermercados, atacadistas e comércios em geral que vendam gêneros alimentícios e produtos de limpeza.
• serviços de manutenção predial, elétrica ou hidráulica.

• lojas de materiais de construção civil.
• comércio de insumos para oficinas mecânicas.
• atividades de comércio de bens e serviços automotivos, incluídas aquelas de higiene, lavagem, estacionamento, locação e comercialização de veículos.

• integralidade da cadeia de abastecimento e logística envolvendo a produção agropecuária e a agroindústria, armazenamento, processamento, beneficiamento, manutenção, comercialização, distribuição e fornecimento de produtos, equipamentos e insumos e a industrialização de produtos agrícolas, químicos e veterinários.
• serviços de entrega (delivery) ou retirada (drive thru) de quaisquer estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviço.
• estabelecimentos comerciais de assistência técnica de produtos eletroeletrônicos.

• atividades internas de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço.
• Bares, lanchonetes, padarias e restaurantes localizados no interior de postos de combustíveis e derivados podem atender ao publico mediante serviços de entrega (delivery), retirada (drive thru) e venda presencial, observadas as recomendações das autoridades sanitárias e vedado, unicamente, o consumo no local.
• Seguem fechados: casas de eventos, cinemas, teatros e congêneres, os quais não poderão funcionar durante a quarentena.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Campinas cancela reabertura de restaurantes, que voltam apenas dentro de, no mínimo, 15 dias