Jonas vai inaugurar BRT do Campo Grande na sexta, dia 18/12, mesmo incompleto e com falhas

 Jonas vai inaugurar BRT do Campo Grande na sexta, dia 18/12, mesmo incompleto e com falhas

Danilo Braga

Conforme já vinha sendo alertado pelo ODC desde 2017, quando começaram as obras do BRT com um atraso absurdo, o sistema será efetivamente inaugurado totalmente incompleto.

De acordo com informações obtidas com exclusividade pelo ODC, o prefeito Jonas Donizette vai inaugurar o BRT do Campo Grande nesta sexta-feira, dia 18/12, uma semana antes do natal.

O motivo da inauguração da obra incompleta tem apenas um motivo: político. O secretário de transportes, Carlos José Barreiro, equivocadamente chamado por Jonas de “tocador de obras”, disse que a obra tem que ser inaugurada por Jonas pois foi ele quem a executou, e por isso será entregue de qualquer jeito mesmo na próxima sexta.


A execução de toda a obra, tanto no corredor Campo Grande quanto no corredor Ouro Verde, foi completamente equivocada e mostra que Barreiro não entende absolutamente nada de transporte e tampouco de engenharia civil, até porque ele é engenheiro elétrico.

O único culpado pelo atraso em toda a obra é de Barreiro. Foi por ordem dele que as obras foram iniciadas apenas depois das eleições de 2016, conforme dito por ele mesmo durante um encontro informal com políticos, permissionários e concessionários do transporte na sede da Emdec em 2018.

Na ocasião, longe das câmeras, Barreiro disse que foi ele mesmo quem determinou o início das obras no final de 2016 para ajudar a reeleição de Jonas. A estratégia deu politicamente certo, porém a obra naufragou em quase todos os seus trechos.

Ao invés de fazer a obra como estava programado no plano inicial, em lotes, finalizando uma parte para depois começar outra, Barreiro deu a ordem para iniciar todos os trechos de uma só vez, resultando em uma obra completamente mal acabada, cheio de falhas e que precisou ser refeita em vários pontos.

Além disso, há uma estranha tolerância ao péssimo trabalho executado pela construtora Artec no corredor Ouro Verde. O Terminal Santa Lúcia começou a ser construído há mais de 2 anos e meio e ainda não está pronto. Todos seus trechos há falhas de execução e atrasos, mas mesmo assim seu contrato foi postergado, ao contrário do que aconteceu no BRT de Sorocaba, onde o contrato com a Artec foi rescindido depois de vários problemas, inclusive de pagamento de funcionários.

Infelizmente Campinas não tem nada o que comemorar com essa inauguração fajuta que será feita nesta próxima sexta-feira. O novo Terminal Campo Grande já está funcionando pela metade, a ponte do Jardim Rossin é uma verdadeira aberração da engenharia, a ponte da Rodovia dos Bandeirantes nem foi ampliada, o trecho de responsabilidade do Shopping Parque das Bandeiras sequer foi executado e o Terminal Mercado do BRT ainda está em obras.

Para se ter uma ideia de que tudo está sendo feito a toque de caixa, apenas há duas semanas começaram a construir de qualquer jeito a escada de acesso à Estação Bonfim do BRT, atrás do prédio da antiga Caprioli Turismo. A primeira estação a ser montada, que foi a da Vila Teixeira, foi abandonada e segue incompleta até hoje.

Campinas perde muito com uma obra tão mal executada por uma pessoa completamente inexperiente que agiu apenas de forma política com o intuito de agradecer seu apadrinhado político. Em um país sério, Jonas e Barreiro seriam condenados pela aberração que fizeram com o dinheiro público e pelos graves problemas causados à população.

Da Redação ODC.
Leia também: Outras quatro linhas passam a atender o novo Terminal Santa Lúcia; Confira a nova operação

Outras notícias