Justiça condena HC da Unicamp após médico retirar sem necessidade rim de paciente

 Justiça condena HC da Unicamp após médico retirar sem necessidade rim de paciente

A Justiça condenou o Hospital de Clínicas da Unicamp a indenizar a família de uma paciente internada em suas dependências por causa de erro médico.

Os médicos tiraram desnecessariamente um rim de um paciente, o que culminou em uma ação por danos morais. O valor a ser pago para reparação dos danos é R$ 30 mil.

O processo é do ano de 2016 e já está na segunda instância judiciária. O HC poderá recorrer em uma instância superior, mas ainda não informou se fará isso.


A paciente procurou o hospital após apresentar sangue na urina, e exames mostraram alteração no rim direito, o que poderia ser um tumor maligno. O médico responsável recomendou a retirada do órgão.

A cirurgia aconteceu dois meses depois, porém a biópsia comprovou que não se tratava de câncer, mas sim de possivelmente anemia falciforme.

A Justiça considerou que houve negligência no caso, já que deveria ser feita uma investigação mais aprofundada do quadro clínico da paciente.

Da Redação ODC
Fonte: Correio Popular
Leia também: Pedreira do Chapadão terá cine drive-in de graça; Veja como conseguir seu ingresso

Outras notícias