Justiça Paulista concede liminar e bares podem vender bebidas alcoólicas depois das 20h

 Justiça Paulista concede liminar e bares podem vender bebidas alcoólicas depois das 20h

A Justiça paulista suspendeu os efeitos do decreto baixado pelo Governador de São Paulo, João Doria, que impedia a venda de bebidas alcoólicas depois das 20h em todo o Estado.

A determinação tinha como objetivo baixar uma lei-seca com o objetivo de conter o avanço do novo coronavirus no Estado, cujos números seguem em alta.

As lojas de conveniência, que sempre desrespeitaram os decretos e em nenhum momento deixaram de vender bebida alcoólica, mesmo que proibidas, poderão continuar abertas e vendendo suas bebidinhas até às 22h.


O mesmo vale para os restaurantes. Já os bares devem continuar fechando às 20 horas, só que como todo mundo sabe, ninguém vai cumprir essa determinação. Os bares não cumpriram nada disso até agora, e por que os donos respeitariam agora?

O pedido de liminar foi feito pela associação que representa os bares e restaurantes, alegando que a proibição prejudica a livre iniciativa e a livre concorrência. A justiça alegou que não há comprovação da ligação entre a venda de bebida alcoólica e o aumento no número de casos de novo coronavirus.

Então tá.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Campinas se torna metrópole com um dos sistemas viários mais esdrúxulos do país

Outras notícias