E continua a série de formas curiosas de tentar entrar com drogas dentro de presídios de todo o Estado, sobretudo nas unidades prisionais de Hortolândia e de Campinas.

Desta vez, os agentes penitenciários encontraram porções de maconha que estavam dentro de um par de tênis enviado a um detento do Centro de Progressão Penitenciária de Hortolândia.

Assim como das outras vezes, o material foi enviado pelos Correios e chegou ao local enviado pela mãe de um dos detentos. A maconha estava debaixo das palmilhas do tênis.

A quantidade total de droga apreendida era de 49 gramas. Um processo disciplinar foi instaurado para apurar o caso e quem são os devidos responsáveis por essa prática ilegal.

O número de produtos irregulares enviados pelos Correios está crescendo muito em todas as unidades prisionais, porém os mesmos são interceptados por agentes penitenciários antes ainda de serem entregues aos destinatários.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Morador de Campinas ganha mais de R$ 47 milhões com uma aposta da Mega Sena