Menina que era obrigada a fazer jejum como castigo morre desnutrida em Ubatuba

 Menina que era obrigada a fazer jejum como castigo morre desnutrida em Ubatuba

A mãe e o padrasto de uma menina de 11 anos que morreu por desnutrição foram presos na noite da última quinta-feira na cidade de Ubatuba. A menina estava em jejum forçado e acabou falecendo.

A vítima era mantida em cárcere privado há pelo menos cinco meses e era obrigada a ficar no chão em um pequeno tapete, onde tinha que fazer exercícios físicos e ficar sem comer.

Os jejuns e os exercícios eram castigos como “forma de correção por atos errados”. Dentro de cinco meses, a menina teria saído para a rua apenas duas vezes. O irmão da vítima, de 8 anos, também era castigado.


A menina podia apenas beber água. De acordo com o depoimento, a vítima tinha também que orar para ser “purificada”, já que fazia coisas “erradas” como mentir e por isso era penalizada pela mãe de 26 anos pelo padrastro de 47.

O irmão da vítima está em um abrigo da cidade sob custódia do Conselho Tutelar. O padrasto manteve-se em silêncio na delegacia.

Da Redação ODC.

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *