Mesmo com alerta do Estado, Campinas não deverá adotar novas medidas restritivas

 Mesmo com alerta do Estado, Campinas não deverá adotar novas medidas restritivas

foto: Wagner Souza

Depois do alerta feito pelo Governo do Estado de São Paulo, a prefeitura de Campinas anunciou que não vai tomar novas medidas restritivas para conter a Covid-19.

Na quarta-feira, dia 09/06, o Governo do Estado manteve todas as cidades na Fase de Transição do Plano São Paulo, mas fez recomendações para as cidades com mais de 90% de ocupação de leitos de UTI.

Para essas cidades, foi recomendado que houvesse novas restrições, porém a decisão ficaria a cargo de cada uma das prefeituras, e Campinas tomou a decisão de deixar tudo como está.


Atualmente Campinas está com mais de 95% de taxa de ocupação de UTIs e as filas de espera por um leito continuam crescendo. Para piorar, a cidade perdeu cinco leitos contratados na rede particular.

“A Prefeitura de Campinas já havia adotado medidas mais restritivas do que o Estado quando do agravamento da pandemia, como a implantação de barreiras sanitárias, a adoção do toque de recolher e a realização de operações de combate a festas clandestinas. A Administração Municipal segue acompanhando diariamente indicadores da pandemia e não vai hesitar em tomar iniciativas que considere necessárias. Os indicadores acompanhados são número de consultas de síndromes gripais e de sintomáticos respiratórios nas unidades básicas de saúde e nos gripários, além de percentual de casos graves e moderados em pacientes com testes PCR positivo e número de testes realizados”, informou a prefeitura em nota.

Da Redação ODC.
Fonte: G1

Outras notícias