Agora foi o Ministério Público quem entrou na questão da reabertura das escolas na cidade de Campinas, programado para acontecer em outubro.

Uma série de questionamentos foram enviados para a prefeitura sobre os critérios usados para que as aulas presenciais sejam retomadas a partir de 7 de outubro.

O questionamento é um tanto quanto curioso pois a liberação foi feito pelo Governo do Estado, porém quem tem que responder é a prefeitura.

A promotoria da infância e da juventude perguntou coisas como: critérios sanitários adotados, protocolos a serem seguidos, controle a ser feito, cuidados a serem tomados no transporte, se haverá kit alimentação, entre outras coisas que já foram respondidas.

A prefeitura de Campinas informou que até o momento não foi notificada a respeito desse novo procedimento do Ministério Público, porém muitas das questões já estão respondidas no decreto a respeito do assunto.

No dia 7 de outubro já podem voltar para às aulas as redes particulares e estadual, 5º e 9º ano do municipal, parte do EJA, último ano do Ceprocamp e programa Consolidando a Escolaridade da Fumec.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Pai faz compras e esquece filho no carrinho em estacionamento de supermercado