Mulher baleada pelo ex vai passar por cirurgia; enteada está fora de perigo

 Mulher baleada pelo ex vai passar por cirurgia; enteada está fora de perigo

A monitora de escola de 39 anos que foi baleada no braço e clavícula no último dia 4, no Jardim do Lago, em Campinas, passará por uma cirurgia ortopédica nos próximos dias no Hospital Municipal Mário Gatti, de acordo com o boletim médico divulgado pela Prefeitura nesta segunda-feira (7).

A vítima foi ferida junto com a filha, de 10 anos, após o ex-companheiro, um ajudante de pintor de 33 anos, invadir a casa onde elas moram.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a garotinha e a mãe estão estáveis.


A menina foi atingida na barriga ao entrar na frente da mãe, para protege-la do agressor.

O homem já havia ameaçado a monitora de morte. Ela tinha medida protetiva contra o agressor.

Para atrair a mulher, o suspeito chegou atirando para o alto. As vítimas estavam no quarto e a criança já dormia.

Assustada com o barulho, a mulher sair para verificar o que acontecia em frente sua casa, mas percebeu que a luz externa estava apagada, momento que o suspeito arrombou a porta e invadiu a casa.

O homem fez dois disparos contra a mulher.

Foi quando a criança acordou e correu para proteger a mãe, já que o suspeito ameaçava fazer mais disparos contra a monitora.

O ajudante de pintor fugiu e até o momento não foi localizado.

A menina não era filha dele.

A mãe dela e o homem se relacionaram por quatro meses e há seis meses estão separados.

Segundo a vítima, o ex-companheiro era agressivo e alcoólatra e por conta disso ela colocou fim no relacionamento, mas ele não aceitava.

O crime é investigado na 2ª Delegacia Seccional de Campinas.

Outras notícias