Mulher consegue na justiça em Campinas direito de abortar feto que nasceria com problemas

 Mulher consegue na justiça em Campinas direito de abortar feto que nasceria com problemas

Uma mulher de Campinas conseguiu na justiça o direito de interromper uma gravidez de alto risco. De acordo com exames, o feto foi diagnosticado com a Síndrome do Cordão Curto.

Por conta disso, a justiça concedeu a autorização para interromper a gravidez já que a anomalia poderia inviabilizar a vida do bebê depois do parto. A decisão saiu no domingo, dia 19/01 já com um alvará para execução, pois o caso era de urgência.

Até o momento ainda não se sabe se o aborto já foi realizado. A justiça alegou que o Estado tem a obrigação de garantir um aborto seguro para todos. A decisão do juiz de Campinas concluiu que qualquer mulher que tiver gestação de risco com feto sem cérebro ou qualquer outra malformação incompatível com a vida impõe uma crueldade sem tamanho.


Da Redação ODC.

Outras notícias