Mulher encomenda bolo, não paga e recebe visita da confeiteira, que destrói tudo

 Mulher encomenda bolo, não paga e recebe visita da confeiteira, que destrói tudo

Uma encomenda de bolo que não foi paga acabou de uma forma bastante inusitada em um bairro da cidade de Sorocaba. O calote foi de cerca de R$ 500,00.

A festa de aniversário aconteceu no bairro Wanel Ville, na sexta-feira, dia 25/09. A confeiteira contratada pela irmã da aniversariante fez o bolo, doces e salgados. A contratação foi feita pela internet.

A encomenda era para ser entregue na manhã do dia da festa, quando também seria feito o pagamento pelo serviço. A confeiteira disse que a contratante ia passar depois do almoço para pegar os produtos e acertar tudo e ela concordou, já que a encomenda estava pronta.


A cliente chegou por volta das 14 horas com um carro de aplicativo e pegou os produtos com a filha da confeiteira, que estava no banho naquele momento e não podia atender. Ao invés de acertar, a cliente pegou a encomenda e foi embora sem pagar.

A filha da confeiteira tem 13 anos e foi questionada pela mãe sobre o dinheiro, e ela disse que a mulher já tinha transferido o dinheiro para a conta dela. Ao ligar para a cliente, a confeiteira ouviu que o dinheiro foi dado para a filha dela.

Ao ter certeza de que a cliente estava mentindo, já que sabia que a filha não tinha recebido nada, ela puxou as câmeras de segurança do portão de casa e viu que não houve pagamento nenhum.

Diante do impasse, a confeiteira voltou a ligar para a cliente, que aí já tinha desligado o celular. Assim, ela começou a procurar o perfil da cliente em uma rede social e descobriu o local da festa.

No local da festa, a confeiteira chegou e começou a bater boca com a cliente, que disse que tinha dado o dinheiro para a filha dela. Nesse momento, a cliente foi informada sobre as câmeras de segurança e nisso ela tentou correr para a rua.

A confeiteira segurou a cliente pelo braço e deu tapas nela e na sequência, destruiu todo o bolo que fez. Sem saber o que estava acontecendo, a aniversariante foi tirar satisfação e ouviu o seu relato.

A aniversariante pediu desculpas e disse que sua irmã informou que o valor da encomenda era de R$ 800 e que o dinheiro tinha saído de uma vaquinha feita entre a família para fazer a festa.

A irmã da cliente se comprometeu a pagar tudo e disse que a cliente é usuária de drogas e tem o costume de dar calotes, inclusive na própria família. A confeiteira disse que não era necessário pois a vergonha pela qual a sua irmã tinha passado já era o suficiente.

A confeiteira, antes de ir embora, pediu desculpas para os cerca de 10 convidados e todos entenderam a atitude dela. A cliente não quis se pronunciar.

Da Redação ODC.
Fonte: Sorocabanices
Leia também: Motociclista bate na traseira de ônibus e morre em Campinas

Outras notícias