Mulher mata filho recém-nascido e ateia fogo no corpo; Ela já tinha tentado aborto

 Mulher mata filho recém-nascido e ateia fogo no corpo; Ela já tinha tentado aborto

Uma mulher de 24 anos de idade foi indiciada depois de matar e atear fogo no corpo do próprio filho, que era recém-nascido.

O caso aconteceu na cidade de Anápolis, no interior do Estado de Goiás. Em depoimento, a jovem confessou o crime e disse que tinha vergonha de que a mãe descobrisse a gravidez.

A criança havia nascido saudável e com cerca de 2,8 quilos. O laudo cadavérico mostrou que a criança foi morta por asfixia, possivelmente quando a mãe enrolou-a em um cobertor e colocou em uma caixa de papelão.


Agora, a jovem vai responder por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. Ela está detida em um presídio local.

Durante a gravidez, a jovem tentou abortar duas vezes usando medicamentos, mas não teve sucesso. Depois do nascimento, a criança ficou em um depósito dentro da casa sem alimentação. O terreno onde a criança foi carbonizada pertence a um parente da jovem.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Parte dos trajetos das linhas 345 e 348 serão unificados a partir de segunda, dia 31/05

Outras notícias