Mulher que ajudou marido a estuprar adolescente é liberada após audiência de custódia; Mãe se revolta

 Mulher que ajudou marido a estuprar adolescente é liberada após audiência de custódia; Mãe se revolta

A justiça liberou da prisão a mulher de um rapaz que estuprou uma menina de 14 anos na cidade de São Vicente, localizada no litoral sul de São Paulo. Ela teria sido conivente no ato ao dopar a menina para que o marido consumasse o ato. O caso aconteceu na última terça-feira, dia 24/09.

A vítima é amiga das filhas do casal Luciana Cristina de Jesus, de 35 anos e Marcílio Maximino Pereira, de 34 anos. A menina estava na casa do casal para ajudar a limpar a casa, conforme pedido prévio feito por Luciana e foi dopada com um refrigerante. Logo depois, começou a se sentir grogue e na sequência foi estuprada por Marcílio e o ato, filmado por Luciana.

De acordo com Luciana, a menina fez sexo porque quis. A mãe da vítima está revoltada com a liberação da mulher e a acusa de tentar inverter a situação. Marcílio continua preso. Luciana enviou um áudio para a mãe da vítima pedindo para que a menina fosse para a casa dela para ajudá-la a limpar a casa, e por isso teria que dormir lá.


O casal confessou o crime e Marcílio disse que combinou com a mulher a compra do medicamento colocado no refrigerante para dopar a vítima. A mãe da vítima disse que a menina tentou se matar após o fato. Ela conhecia Luciana há anos e disse que jamais esperaria por isso. A mulher foi liberada pela justiça após uma audiência de custódia.

Da Redação ODC.

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *