Namorado de mulher morta no DIC IV é principal suspeito do crime e segue foragido

 Namorado de mulher morta no DIC IV é principal suspeito do crime e segue foragido

O namorado de Tais Michele Figueiredo da Silva Pereira, morta por estrangulamento no Dia Internacional da Mulher em Campinas, continua sendo o principal suspeito do crime. O caso foi qualificado como feminicídio, onde a vítima é morta por ser mulher.

A mulher, que tinha 34 anos, foi morta dentro da própria casa no Dic IV. Ela trabalhava como cuidadora de idosos e morava com a mãe e mais três filhos. Não havia mais ninguém na casa na hora do crime, apenas a vítima e o criminoso.

O suspeito segue foragido. O pai do namorado da vítima disse que o filho confessou ter feito “uma besteira”, indicando que teria matado a própria namorada. O próprio pai foi quem acionou a polícia.


Uma perícia foi feita no local, onde foi encontrada uma toalha cheia de sangue e um telefone celular da vítima, que foi sepultada no Cemitério dos Amarais.

Da Redação ODC.

Outras notícias