Começou a ser vendida nesta última segunda-feira, dia 03/08, uma nova gasolina com melhor qualidade, de acordo com informações da Petrobras, responsável por 90% da produção do combustível no Brasil.

De acordo com especialistas, a nova gasolina ganhou em qualidade e ficou muito próxima do padrão europeu, mas ficou um pouco mais cara.

A Petrobras informou que já vem distribuindo esse novo combustível nos postos há muitos meses e desde o início do ano vem adequando as suas refinarias e distribuidoras para o novo padrão.

A economia de combustível no consumo vai girar entre 3% e 6%, variando de carro para carro. Problemas mecânicos deverão dimiunuir consideravelmente, como bateção de pinos ou ignição precoce.

Essa nova gasolina já atende ao novo requisito de 93 octanos no padrão RON, que seria exigido apenas em 2022. Antes, a gasolina brasileira tinha 87 octanos.

A mudança no combustível deverá reduzir o índice de adulteração. A porcentagem de 27% de mistura de álcool anidro vai continuar por causa dos padrões dos motores brasileiros. Sem a mistura, os carros poderiam apresentar problemas.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Menino de 15 anos bate carro do pai e mata irmã de cinco anos que estava sem cinto no banco ao lado