Nova lei aprovada permite médicos acionarem polícia ao identificarem mulheres agredidas

 Nova lei aprovada permite médicos acionarem polícia ao identificarem mulheres agredidas

Uma nova lei que foi aprovada recentemente pelo Congresso Nacional foi muito bem recebida pela delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas. Caso seja sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, os serviços de saúde poderão comunicar à polícia quando uma mulher for atendida com sinais de violência.

A nova lei é de autoria da deputada Renata Abreu e faz uma atualização de uma lei que já está em vigor. Com a nova lei, qualquer indício de violência detectado pelo médico que fizer o atendimento já poderá ser denunciado para as autoridades policiais. Antes, era necessário registrar um boletim de ocorrência para que a polícia fosse notificada.

Com isso, espera-se que um maior número de casos seja notificado já que muitos sequer têm boletim registrado. A intenção é justamente salvar o maior número de vidas.


Da Redação ODC.

Outras notícias