Novo método de Ultrassom em 3D reduz gordura corporal com menos dor

 Novo método de Ultrassom em 3D reduz gordura corporal com menos dor

O ultrassom macrofocado é uma das tecnologias mais inovadoras dos últimos anos para combate à gordura localizada. Mas ele acaba de receber um upgrade, que o deixa ainda mais vantajoso. Por meio do Ultrassom 3D Solon, o tratamento da gordura localizada chega em novo patamar, na medida em que ele é o único do mercado com tecnologia 3D para ajustar exatamente a profundidade o ultrassom irá agir e qual o tamanho do dano térmico. “Isso permite um tratamento muito mais eficaz, na medida em que modulamos o tanto de contração do músculo e pele para o aparelho conseguir destruir as células de gordura com mais eficácia e menos dor”, diz o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Ultrassom 3D Solon é o primeiro ultrassom do mercado com recurso 3D, permitindo modular exatamente a profundidade, o dano térmico lateral e a densidade do tratamento.

“Do ponto de vista clínico, o tratamento é menos dolorido e muito mais homogêneo”, diz. Entrando especificamente em seu mecanismo de ação, o ultrassom macrofocado do Ultrassom 3D Solon concentra a energia do ultrassom em um ponto específico e vibra intensamente até ‘quebrar’ a gordura. “Esse é um tratamento revolucionário e, diferentemente da criolipólise, trata também o culote e as costas — áreas em que o procedimento de criolipólise não trata por conta da ponteira. O resultado também é na hora e não em dois meses, como nos métodos de congelamento”, afirma o médico.


O médico explica que os transdutores corporais macrofocados promovem pontos de coagulação maiores e com maior efeito de dispersão térmica. Eles são especializados em destruição do tecido de gordura, quebras dos septos fibrosos de celulite e estímulo de firmeza pelo calor propagado no subcutâneo.

O procedimento ainda tem a vantagem de contrair as fibras elásticas e de colágeno, agindo também no músculo para fazer o skin tightening (melhorando também a firmeza da pele).

Durante o procedimento, o paciente sente pouca dor, por conta da alta performance do aparelho, mas o incomodo é muito menor que outros ultrassons do mercado. Para o tratamento de gordura, o médico indica uma média de seis sessões a cada 15 dias, dependendo da quantidade de tecido adiposo na área, mas na primeira sessão já é possível ver resultados. O procedimento é contraindicado em gestantes e pacientes que usam de anticoagulante.

Fonte: A LMG – Laser Medical Group é uma empresa experiente e transparente que atua e conhece o mercado nacional e tem, como objetivo, trazer soluções inovadoras à classe médica. Este segmento foi escolhido porque o sucesso no resultado dos tratamentos com os pacientes é o reflexo dos anos de estudo, comprometimento e respeito pela saúde. Portanto, trata-se de uma empresa realmente comprometida com esta classe, que trabalha constantemente para aumentar o escopo de tratamentos já realizados e melhorar a desempenho dos já existentes. www.lmglasers.com.br

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *