Número de acidentes em rodovias de Campinas diminui, mas quantidade de mortes aumenta

 Número de acidentes em rodovias de Campinas diminui, mas quantidade de mortes aumenta

Apesar da pandemia do novo coronavirus ter reduzido o fluxo de veículos nas rodovias de todo o Estado, inclusive na região de Campinas, o número de mortes no trânsito teve aumento.


A quantidade de acidentes registrou uma queda de cerca de 20%, porém as mortes tiveram aumento de 5%. As informações são do Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP).

De acordo com uma das concessionárias das rodovias que cruzam a cidade, o que pode explicar isso é a maior imprudência de alguns motoristas, sobretudo por excesso de velocidade.

Entre janeiro e setembro deste ano foram registrados 713 acidentes. No mesmo período do ano passado, o sistema registrou 896 casos, porém neste ano foram 57 mortos e no ano passado, 54.

A rodovia com maior número de mortes é na Dom Pedro I, que mesmo com grande qualidade, tem um enorme número de motoristas imprudentes cruzando ela em alta velocidade. A Rodovia dos Bandeirantes também tem grande número de mortes.

Isso prova que não adianta apenas ter rodovias boas, é necessário que o motorista seja, no mínimo, prudente e deixe de colocar em risco a sua própria vida e a dos outros.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Bandidos apedrejam cinco ônibus da VB1 na altura do Parque Oziel na Rodovia Santos Dumont

Outras notícias