Número de mortes de moradores em situação de rua segue crescendo em Campinas

 Número de mortes de moradores em situação de rua segue crescendo em Campinas

A cidade de Campinas registrou um aumento no número de moradores de rua mortos entre o ano de 2019 e 2020, de acordo com dados em bases de informações levantados pelo Consultório na Rua e somados por um órgão de imprensa.

No ano de 2019 foram registrados 20 óbitos de moradores em situação de rua. No ano passado, quando começou a pandemia do novo coronavirus, foram 38 mortes, quase o dobro.

Dentre essas mortes registradas, sete foram por suspeita ou confirmado por Covid-19, o que equivale a um percentual de 18,4%.


O número de mortes vem crescendo desde 2013, quando foram registradas 4 mortes. No ano seguinte foram 5, em 2015 foram 11 e em 2016, 12 falecimentos.

Em 2020 foram contabilizadas 822 pessoas em situação de rua, o terceiro maior da série histórica, que registrou 1027 em 2008 e 960 em 2012.

A prefeitura de Campinas disse que houve um aumento na acolhida de pessoas em situação de rua nos últimos anos e que os dados levantados são, por ora, extraoficiais.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Enfermeira que deu golpe da vacina em empresários mineiros já saiu da cadeia

Outras notícias