Ocupação de leitos de UTI volta a crescer em Campinas, sobretudo na rede particular

 Ocupação de leitos de UTI volta a crescer em Campinas, sobretudo na rede particular

Foto: PMC

O município de Campinas conta nesta terça-feira, 14 de setembro, com 222 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular de saúde. Há 178 pacientes internados, o que representa 80,18% de ocupação, e 44 leitos livres.

A Prefeitura esclarece que no auge da pandemia, em abril deste ano, o município contava com 450 leitos para internação em UTI exclusivamente para casos suspeitos e confirmados de Covid-19. Em alguns dias, 120 pessoas chegaram a aguardar por leitos de UTI.

Importante ressaltar que a redução no número de leitos de UTI-Covid foi feita com critério rigoroso, considerando a melhora nos números da pandemia e a queda na demanda de internação na cidade. A Secretaria de Saúde acompanha diariamente esses e outros indicadores para qualquer tomada de decisões.


Os leitos que deixaram de atender pacientes com Covid-19 foram revertidos para atender outras patologias.

Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal: 74 leitos, dos quais 61 estão ocupados, o que equivale a 82,43%. Há 13 leitos livres.

SUS Estadual: 45 leitos, dos quais 37 estão ocupados, o que equivale a 82,22%. Há 8 leitos livres.

Particular: 103 leitos, dos quais 80 estão ocupados, o que equivale a 77,67%. Há 23 leitos livres.

As informações são da Prefeitura de Campinas.

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *