Operação da Polícia Federal mira funcionários envolvidos com tráfico de drogas em Viracopos

 Operação da Polícia Federal mira funcionários envolvidos com tráfico de drogas em Viracopos

Uma operação da Polícia Federal contra o tráfico de drogas no Aeroporto Internacional de Viracopos deixou dois suspeitos mortos nesta última terça-feira, dia 06/10.

Durante a manhã foram cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e 35 mandados de prisão temporária em 4 estados. Dois policiais também foram presos.

As mortes dos suspeitos aconteceram nos bairros Cidade Singer e Campo Belo. Um deles já tinha passagem por homicídio e roubo e o outro não tinha nenhuma passagem.


De acordo com a PF, estavam envolvidos no esquema vigilantes, operadores de tratores, coordenadores de tráfego, motoristas de viaturas, auxiliares de rampa, operadores de equipamentos e funcionários de empresas fornecedoras de refeições a tripulantes e passageiros, que eram os responsáveis pelo esquema de embarque das drogas nas aeronaves com destino ao exterior.

A maioria dos funcionários e ex-funcionários envolvidos no esquema em Campinas são da empresa Swissport, que já prestam serviços em vários aeroportos da cidade. Cada um recebia pelo menos R$ 50 mil para fazer parte do esquema.

Em aeroportos europeus outros funcionários também eram aliciados para poderem receber as mercadorias criminosas. As investigações começaram em fevereiro, quando foram apreendidos 58 quilos de cocaína em uma área restrita do terminal antes do embarque.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Jonas Donizette anuncia que Campinas avançará para fase verde do plano de reabertura

Outras notícias