Pai torra R$ 600 mil arrecadados em campanha na internet para tratar doença do filho em MG

0
3064

Uma campanha de arrecadação de dinheiro para o tratamento de uma criança que tem a rara doença amiotrofia muscular espinhal (AME) terminou de uma forma bem inesperada no interior de Minas Gerais.

O pai da criança, Mateus Henrique Leroy Alves, de 37 anos, foi preso após usar o dinheiro arrecadado para fazer viagens e comprar objetos de luxo. A campanha, que arrecadou cerca de R$ 1 milhão, teve R$ 600 mil gastos nos últimos três meses apenas em viagens e objetos que não têm qualquer relação com a doença do filho, João Miguel.

A denúncia foi feita pela mãe da criança, que é da cidade de Conselheiro Lafaiete. Mateus estava em um hotel de frente para uma praia em Salvador, onde teria feito o pagamento de dois meses antecipados. Ele chegou a fazer um saque de R$ 100 mil em espécie. No quarto do hotel tinha joias, artigos de luxo, maconha, relógios e 3 mil reais em dinheiro.

Para a campanha foram abertas quatro contas bancárias, duas em nome do pai e duas em nome da mãe. Como o pai descobriu as senhas da mãe, fez vários saques e transferências das contas em nome dela. Mateus disse que estava sendo extorquido e que parte do dinheiro foi parar nas mãos de bandidos, e por isso fugiu. A mãe da criança estranhou a atitude de Mateus, que se afastou da família até sumir.

O menino João Miguel, de 1 ano e 7 meses, precisa de um medicamento que custa 365 mil reais cada dose. Várias ações foram feitas para ajudar a criança, inclusive uma corrida de rua na cidade. O valor total desviado por Mateus, com exatidão, não foi informado.

Da Redação ODC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui