Pedreiro esfaqueia enteado após ver vítima conversando com a mãe

 Pedreiro esfaqueia enteado após ver vítima conversando com a mãe

Um pedreiro de 48 anos foi preso na madrugada desta quinta-feira, dia 27, após tentar matar o enteado, um rapaz de 18 anos, a facadas.

A vítima foi socorrida e levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ao Hospital Mário Gatti, onde passa por cirurgia.

O jovem levou três golpes nas costas.


O crime aconteceu no bairro Campo Belo, em Campinas, por volta da meia noite.

De acordo com o cabo da Polícia Militar Jean Lucas Guarnieri, a discussão foi por motivo banal.

O pedreiro estava embriagado.

O ataque do padrasto ao enteado aconteceu porquê o suspeito não gostou que a vítima conversava com a mãe. Então houve a briga e o homem golpeou o jovem.

Após ser atingido nas costas, o rapaz correu para a rua, onde ligou para a polícia e pediu ajuda.

“Localizamos o rapaz ferido na rua e ele nos falou que o padrasto quem o esfaqueou. Fomos até a casa dele e encontramos a mãe com um bebê no colo, muito nervosa, e contou que o marido estava agressivo, no quarto e nos pediu ajuda”, contou Guarnieri.

Os policiais levaram cerca de 15 minutos para negociar com o agressor que falou que tinha esfaqueado o enteado.

Na cintura dele, os policiais encontraram três facas, sendo uma delas ainda com o sangue da vítima.

As armas brancas foram apreendidas e o homem preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Outras notícias