Pesquisa da Unifesp faz cura para a Aids ficar cada vez mais próxima

 Pesquisa da Unifesp faz cura para a Aids ficar cada vez mais próxima

O resultado de uma pesquisa feita pela Universidade Federal de São Paulo levou esperança às pessoas que são portadoras do vírus HIV. O estudo teria eliminado o vírus do corpo.


O tratamento que está sendo desenvolvido por uma equipe do departamento de medicina da Unifesp começou a ser desenvolvido em 2013 com a participação de 30 voluntários que possuíam carga viral indetectável.

Os voluntários, até então, faziam uso do coquetel com três antirretrovirais, que até o presente momento é o tratamento mais eficaz conhecido contra a doença.

As primeiras conclusões da pesquisa mostraram que a equipe conseguiu eliminar o vírus do organismo de uma pessoa que era portador do mesmo há sete anos. Ele já está há 17 anos sem sinal do vírus.

Será feita agora uma segunda etapa da pesquisa, desta vez com 60 voluntários, incluindo mulheres, que ficaram de fora da primeira etapa. Se der tudo certo, a cura para a Aids poderá chegar em breve às farmácias.

Da Redação ODC.
Fonte: CBN
Leia também: Amigo diz que casal que debochou de fiscal sanitário do RJ está sofrendo ameaças

Outras notícias