Polícia Civil identifica ladrões que agiam no Cambuí

     Polícia Civil identifica ladrões que agiam no Cambuí

    Agentes do 13º Distrito Policial de Campinas identificaram e indiciaram quatro homens suspeitos de furtos em ao menos quatro estabelecimentos localizados no bairro Cambuí, em dezembro de 2020.

    De acordo com os policiais civis, o grupo é um braço da quadrilha presa neste mês, envolvida em diversos roubos a postos de Saúde da cidade e na Defensoria Pública de Limeira.

    D.M.S, 22 anos, W.R.N.L., 23 anos, W.L.S., 22 anos e R.S.L., 26 anos, este último procurado da Justiça, tinham como estratégia agir em três, em uma espécie de rodízio, e usavam moletons com capuz para esconderem os rostos, mas em uma das ações um deles deixou aparecer o rosto.


    A ação era sempre na madrugada e os suspeitos tinham como tática quebrar a vidraça dos estabelecimentos.

    O grupo foi identificado a partir de imagens de circuitos de câmeras dos locais vítimas e de vizinhos.

    Entre os alvos constam um restaurante (por duas vezes), um escritório de investimentos, uma faculdade e uma escola de curso de formação Jurídico.

    Os bandidos furtavam equipamentos eletrônicos, como TVs, computadores e monitores.

    Após analisarem diversas imagens de segurança, os policiais civis identificaram um Gol de cor escura, cujas placas eram de Jundiaí.

    Com a placa do veículo, segundo os policiais, chegou- se a um carro com queixa de apropriação indébita, onde em contato com a proprietária, chegou-se a um rapaz de Itatiba.

    Foram feitas diligencias no endereço e os agentes de segurança conseguiram D.M.S., 22 anos, e, através dele, identificaram os comparsas.

    Com estas informações, os policiais do 13º DP passaram a compartilhar informações com as delegacias onde ocorreram os roubos de postos de Saúde e com a Guarda Municipal de Campinas.

    Além disso, os policiais também descobriram que o carro usado pelos criminosos foi apreendido pela Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Campinas, ao esclarecer o furto em uma concessionaria de veículos.

    Na ocasião, D.M.S estava com o carro e agiu com outros comparsas, mas foram através destes homens que foram presos que os agentes do 13º DP passaram a indicar os suspeitos envolvidos nos furtos no bairro Cambuí.

    Segundo os policiais, os objetos furtados são vendidos em comércios informais, que estão sendo alvo de uma nova investigação para a localização deles.

    Outras notícias