Polícia Federal faz operação para coibir fraudes no pagamento do auxílio emergencial

     Polícia Federal faz operação para coibir fraudes no pagamento do auxílio emergencial

    Fraudes no pagamento do auxílio emergencial no sul do Pará foram o alvo da Operação 600, da Polícia Federal nesta última quarta-feira (7).

    Cerca de 40 policiais federais estiveram cumprindo nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela Subseção Judiciária da Justiça Federal de Redenção do Pará. As medidas são cumpridas nas cidades de Tucumã, Ourilândia, Pau D’arco e Redenção.

    “As investigações tiveram início em maio de 2020, tendo como foco ações praticadas por meio da internet banking, mais precisamente em relação aos crimes de furto mediante fraude, praticados por meio da transferência dos valores das contas dos reais beneficiários para contas de terceiros”, explicou a PF.


    Os investigados são suspeitos de desviar os valores pagos do auxílio por meio de acessos indevidos às contas bancárias dos verdadeiros beneficiários.

    Os indiciados responderão, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de crimes de furto mediante fraude previsto no Artigo 155, § 4º, II, do Código Penal.

    As informações são da Agência Brasil
    Leia também: Campinas tem recorde no número de mortes por Covid em 24 horas: 69 óbitos

    Outras notícias