Polícia Militar de São Paulo está proibida de dar “mata leão” em qualquer cidadão

 Polícia Militar de São Paulo está proibida de dar “mata leão” em qualquer cidadão

Foto Ilustrativa

A Polícia Militar de São Paulo está proibida de usar o famoso “mata-leão” nas abordagens que serão feitas daqui para frente. A técnica também é conhecida por “chave cervical”.

Nessa técnica, a pessoa fica imobilizada através do uso das mãos, braços ou pernas contra o pescoço da outra, aplicando uma pressão que pode causar estrangulamento e morte.

Um grupo de estudos considerou que a corporação deverá usar técnicas mais modernas e eficientes durante a detenção de suspeitos.


Recentemente essa técnica foi usada em várias abordagens policiais que ganharam as redes sociais por causa da violência aplicada e ferimentos causados nos abordados.

Além disso, os policiais já estão começando a usar câmeras acopladas às fardas para que todas as ocorrências possam ser registradas da melhor forma, sem edição e sem possibilidade do vídeo ser apagado.

Da Redação ODC
Fonte: Giro 19
Leia também: Justiça impede cliente sem máscara de ir a supermercado onde arrumou confusão em Campinas

Outras notícias