Polícia pernambucana prende homem que jogou ácido no rosto na namorada para dar um “susto”

 Polícia pernambucana prende homem que jogou ácido no rosto na namorada para dar um “susto”

Reprodução de TV

A polícia pernambucana prendeu o homem que jogou ácido no rosto de uma moça de 19 anos, que era sua namorada. O rapaz de 30 anos, identificado como William César dos Santos Júnior, disse em depoimento que queria apenas “dar um susto” na ex, que está internada em estado grave em um hospital local.

Paulo Henrique Vieira dos Santos, de 23 anos, está preso acusado de ter participado do caso na noite de quinta-feira, dia 4/7, em Recife. Já William disse que planejou o crime, mas não jogou o ácido na ex, que quem fez isso foi Paulo. O planejamento do crime teria ocorrido um dia antes, quando William se queimou manuseando o produto. Ele disse que planejou tudo pois ter um filho com a moça, identificada como Mayara, e que não tinha acesso à criança, o que foi desmentido.

A delegada do caso informou que não se tratou de um “susto” pois William é agente de saúde e sabia muito bem que ácido sulfúrico causa deformações. Inicialmente, pensou-se que a substância se tratava de soda cáustica. Paulo e William divergem nos depoimentos com o objetivo de um tentar se livrar do caso e empurrar a culpa para o outro. Os dois já têm passagens pela polícia.


O casal já vivia de forma conturbada e William fazia constantes ameaças contra a namorada. Ela tinha medida protetiva porém não foi suficiente para evitar o ataque. Mayara teve 38% do corpo queimado na altura dos braços, do rosto e no tórax, e corre o risco de ficar cega. O estado de saúde segue grave, com pequenas melhoras.

Da Redação ODC.

Outras notícias