Polícia prende 14 pessoas que estariam envolvidas em tribunal do crime contra homem em Sumaré

 Polícia prende 14 pessoas que estariam envolvidas em tribunal do crime contra homem em Sumaré

Foto: Wagner Souza / colaboração para o ODC

Por Alenita Ramirez, Colaboração para O ODC

Nove homens e cinco mulheres foram presos na noite deste domingo (9), em Sumaré, suspeitos de envolvimento em um tribunal do crime contra um homem de 53 anos, que foi achado preso em um quarto na casa onde parte do grupo foi detido.

O grupo foi pego por policiais da Foça Tática do 48º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), após denúncias anônimas.


De acordo com o sargento Edvaldo Dias, a vítima foi levada ao tribunal por ser a acusada de estuprar a filha de 3 anos.

O homem, que mora no Jardim do Lago 2, em Campinas, foi sequestrado na noite do sábado e mantido refém até a tarde do domingo. Neste período, ele foi espancado e amarrado.

Segundo a polícia, as denúncias de estupro foram feitas pela babá da criança, uma adolescente de 16 anos, para uma pessoa, que acionou o grupo de pessoas. O homem tem a guarda da filha porque a mãe seria usuária de drogas.

O homem foi levado para uma chácara no bairro Chácaras Bela Vista, em Campinas. No local, os criminosos chegaram a abrir uma cova, onde supostamente enterrariam a vítima.

A criança, que estava sendo vigiada por duas mulheres na casa dela no Jardim do Lago 2, foi levada junto com a babá para serem ouvidas e a menina examinada.

A garotinha chegou a ser levada para ser examinada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Macarenko, mas apesar de encontrar lesões, não foi possível concluir o laudo, já que na unidade médica. Ela vai ser examinada no Instituto Médico Legal (IML) e a Polícia Civil vai investigar o caso.

Com os suspeitos, foram apreendidas duas armas de fogo (um revólver calibre 38 e uma pistola 9mm), 17 munições intactas, uma faca, um machado, um soco inglês, um serrote, uma corda, 14 celulares e três veículos.

A maioria dos suspeitos tem passagem criminal, inclusive a vítima por homicídio.

Outras notícias