Polícia prende bandidos que participaram do roubo ao Outback em Campinas

 Polícia prende bandidos que participaram do roubo ao Outback em Campinas

Policiais da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), de Campinas, identificaram e prenderam na manhã desta quarta-feira (12), dois homens suspeitos de assaltarem o Restaurante Outback, localizado no Shopping Iguatemi, em janeiro deste ano.

E.P.R, de 39 anos, foi preso no Jardim Amanda II, em Hortolândia, e R.A.G., de 27 anos, no Jardim Carlos Lourenço, em Campinas.

Ambos foram presos temporariamente por cinco dias.


Eles foram presos com base em mandado de prisão temporária, expedido pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Campinas.
Os suspeitos foram identificados por agentes da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (1ª DIG), com base em imagens do circuito de câmeras.

Para invadir o restaurante, os criminosos usaram uniforme da rede. E.P.R. e R.A.G estavam na companhia de outros dois homens que ainda não foram identificados.

Um deles ficou no carro, um Gol, dando cobertura.

O assalto aconteceu no encerramento do expediente.

O restaurante já estava fechado para clientes.

No dia do crime, 12 funcionários estavam no local e todos foram rendidos e levados para um cômodo do estabelecimento.

Pelas imagens, divulgada pela Polícia Civil, os criminosos aparecem no pátio do shopping e seguem até a entrada do restaurante, onde entram por portas distintas.

Após renderem todos funcionários, os criminosos roubaram aproximadamente R$ 8 mil, além dos celulares e um notebook da empresa, que foram encontrados posteriormente abandonados em uma rua próxima ao Shopping.

A ação durou cerca de meia hora.

Para chegar aos dois suspeitos, os policiais da DIG analisaram diversas imagens do circuito de câmeras.

Após a identificação, a Polícia Civil solicitou mandado de prisão temporária, que pode ser revertida para preventiva, após reconhecimentos pessoais de algumas vítimas.

Os policiais suspeitam que o assalto foi “fita dada”, devido ao fato de os autores estarem uniformizados. As investigações seguem para a identificação dos outros dois suspeitos.

Outras notícias