Policiais são suspeitos de agredir casal no Campo Grande; Mulher entrou em trabalho de parto

 Policiais são suspeitos de agredir casal no Campo Grande; Mulher entrou em trabalho de parto

Um casal teria sido agredido por policiais militares em uma oficina mecânica localizada no Distrito do Campo Grande em Campinas. A mulher estava grávida de oito meses e acabou entrando em trabalho de parto.


O marido da gestante foi flagrado com munições de arma calibre 357 e resistiu à abordagem, o que foi desmentido pela família. Alegam que as balas foram plantadas e todos foram ameaçados.

O casal foi levado para a segunda seccional para o registro da ocorrência. A polícia alegou que a mulher jogou um copo de vidro contra a viatura e que a população das imediações jogou pedras.

A mulher acabou ficando nervosa dentro da delegacia e passou mal. Depois disso entrou em trabalho de parto e teve que ser levada às pressas para um hospital.

Os moradores do bairro disseram que toda ação foi inventada pela polícia como retaliação a uma denúncia feita contra o mesmo grupo de policiais, que teria ido até a mesma oficina e agredido um outro funcionário de lá.

Da Redação ODC.

Outras notícias