Preços do arroz, feijão, óleo de soja e derivados do leite sobem absurdamente

 Preços do arroz, feijão, óleo de soja e derivados do leite sobem absurdamente

O preço de vários alimentos, muitos deles parte integrante da cesta básica, está muito alto. Os consumidores notaram uma variação absurda de preços nos últimos dias.

Os grãos, como arroz e feijão, tiveram grandes altas em praticamente todos os supermercados. Outro produto que está gerando reclamação por conta dos preços altos é o óleo de soja.

Em alguns supermercados, o pacote mais barato do arroz de cinco quilos já beira os 20 reais. Uma garrafa de 900ml de óleo de soja está perto dos seis reais.


Os derivados do leite também tiveram forte alta nos últimos dias. O queijo mussarela, geralmente o mais barato entre todas as variações, está tendo o quilo precificado em mais de 50 reais em vários mercados.

Os consumidores reclamam e desconfiam que os comerciantes estão usando de má fé e tentando ‘tirar o atraso’ por conta de perdas durante a fase mais crítica da pandemia, mesmo estando funcionando normalmente o tempo todo.

O Procon está fazendo algumas visitas a estabelecimentos comerciais para verificar se está acontecendo abuso de preço. Os comerciantes alegam que a culpa é dos fornecedores, que alegam alta no preço dos produtores, que alegam estarem na entressafra e exportando mais. Quem perde, como sempre, é a população.

Da Redação ODC.
Leia também: Rapaz de 24 anos tira foto com namorada e 5 minutos depois morre afogado em represa

Outras notícias