Prefeito de Campinas apresenta Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável

 Prefeito de Campinas apresenta Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável

Foto: PMC

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, participou de uma reunião com o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, com o objetivo de apresentar o Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável (HIDS), as ações do poder público para garantir sua inserção no ecossistema de inovação da cidade, além de buscar apoio e parceria do Governo Federal.

Para agilizar o andamento do projeto, o prefeito já deu início à criação de um grupo executivo com representantes da Prefeitura, universidades e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações para avançar na formatação da proposta. “Estamos abertos às parcerias e esperamos contar com o apoio do Governo Federal para esta iniciativa que encontra um ambiente extremamente favorável na nossa cidade e vai consolidar nossa vocação não só na tecnologia, mas também no desenvolvimento sustentável”, afirmou o prefeito.

O secretário do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações sinalizou com a possibilidade do HIDS ser incluído nos investimentos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Alvim destacou que Campinas está no foco dos investimentos do ministério. “Estamos investimento no Sirius para a conclusão de 11 linhas de Luz Síncrotron em operação, uma ampliação significativa que se soma para a atratividade do HIDS”, explicou o secretário do ministério.


A secretária de Planejamento e Urbanismo, Carolina Baracat, apresentou ao secretário os detalhes da ocupação do solo e uso misto de comércio, serviços e residências na área do HIDS, além de maquetes que mostram um urbanismo inovador, os eixos de transporte e arborização, um conceito de cidade voltado para as pessoas e tecnologia.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Adriana Flosi, destacou a implantação do Espaço Integrador de Capacitação, Inovação de Campinas na área do HIDS com o objetivo de alinhar os institutos de ciência e tecnologia, além de atrair incubadoras, aceleradoras e startups. A secretária também falou sobre a importância de Campinas se tornar uma zona livre para a ciência para facilitar a chegada de materiais utilizados por centros de pesquisa e empresas de tecnologia, o que vai favorecer ainda mais as atividades no HIDS.

Em relação aos incentivos fiscais, o secretário de Finanças, Aurílio Caiado, disse que uma tributação especial é importante para este projeto que terá uma relevância nacional “vamos criar condições favoráveis no município, além de buscar incentivos estaduais e federais para este polo de inovação e sustentabilidade”, explicou o secretário.

O professor doutor Mariano Laplane, que coordena o HIDS, afirmou que o hub é uma oportunidade fantástica para Campinas e para o Brasil. Segundo ele, a combinação da capacidade de criação com a inovação vai transbordar o conhecimento para uma área de dinamismo econômico e qualidade de vida.

Também participou do encontro o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Newton Frateschi.

O HIDS vai envolver uma área de 12 milhões de metros quadrados que compreende a região do CIATEC II, o Polo de Alta Tecnologia, Fazenda Argentina, contígua à Unicamp, e PUC-Campinas para ser um distrito dentro do conceito de cidades inteligentes funcionando como um laboratório vivo por meio de parcerias que contribuam para o desenvolvimento sustentável de forma ampla, agregando esforços para a produção de conhecimento e tecnologia.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Sanasa interrompe fornecimento de água em dois bairros na região do Jardim Marajó na quinta, 27/01

Outras notícias