O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, disse nesta última sexta-feira, dia 20/11, que não vai suspender novos agendamentos de cirurgias eletivas.

Um dia antes, o governador João Doria havia determinado a suspensão desse tipo de procedimento por conta de uma possível nova onda de infecções pelo coronavirus.

A medida foi tomada pelo fato da cidade estar em uma situação bastante confortável no que diz respeito ao número de leitos de UTI ocupados e livres.

Como as condições estão favoráveis, as cirurgias foram mantidas já que tem muita gente esperando pelo procedimento há tempos e não pode mais esperar.

A medida vale para os hospitais municipais. Já nos hospitais estaduais, como o HC da Unicamp, as coisas podem ser diferentes e depende de ordens diferentes.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Família do Jardim Florence 1 que perdeu tudo no temporal de quarta-feira pede ajuda