Prefeitura de Campinas adia de novo finalização das obras do BRT

 Prefeitura de Campinas adia de novo finalização das obras do BRT

A prefeitura de Campinas adiou mais uma vez a conclusão das obras do BRT. As obras prorrogadas por mais seis meses correspondem ao trecho feito pela construtora Compec Galasso Engenharia e Construções Ltda, que está trabalhando no Corredor Ouro Verde.

As obras do BRT de Campinas já estão muito atrasadas e várias obras de arte ainda nem foram iniciadas, como por exemplo a ponte sobre a Rodovia dos Bandeirantes na Avenida John Boyd Dunlop, fundamental para o corredor do Campo Grande.

O mais curioso é a justificativa da prefeitura para essa prorrogação. Quando a pandemia começou, a Emdec veio à público e disse que a obra seria acelerada, pois como haviam menos pessoas nas ruas, os impactos seriam menores, mas não foi bem isso que aconteceu.


Agora com quase tudo voltando ao normal, o papo da Emdec é completamente diferente. As justificativas para a prorrogação da obra são as seguintes:

– Demora na higienização de materiais usados por causa da pandemia do novo coronavirus
– Redução no quadro de funcionários por causa da pandemia
– Atraso de entrega de materiais por conta dos fornecedores
– Maior parte da obra está onde há grande circulação de pessoas
– Vias com obras estão perto de hospitais, que não podem ter acesso prejudicado por causa da pandemia
– Alguns prédios estão tombados e precisam de reforço, como o Mercado Municipal.

A prefeitura diz que 86% das obras estão concluídas, mas não é bem isso que se vê, pelo menos, no Ouro Verde, onde nem o novo terminal está pronto. Ou seja, mais transtornos que serão transferidos para o próximo governo.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Prefeitura manda embora terceirizados do Ouro Verde

Outras notícias