Prefeitura de Campinas inaugura, com 1 ano de atraso, usina de compostagem

 Prefeitura de Campinas inaugura, com 1 ano de atraso, usina de compostagem

A prefeitura de Campinas inaugurou nesta última segunda-feira, dia 09/11, a usina de compostagem chamada de “Usina Verde”, com mais de um ano de atraso.

A usina terá a capacidade de realizar a compostagem de até 300 toneladas de materiais orgânicos por dia. Ela estava em operação em regime de testes desde o ano passado.

Instalada em uma área da Fazenda Santa Elisa, a usina poderá receber materiais como troncos, galhos, palha de grama, restos de alimentos e lodo para a produção de adubo.


De acordo com a prefeitura, a usina estará 100% operacional apenas depois da conclusão da licitação para a contratação de uma empresa para operá-la. A licitação está suspensa desde o ano passado mas deverá ser retomada ainda neste ano.

O custo de implantação saiu menor que o previsto. Inicialmente o custo previsto era de R$ 10 milhões, mas acabou saindo por R$ 6 milhões apenas nos maquinários, e mais R$ 2 milhões em estufa e na terraplanagem.

Os resíduos que vão para a usina são os que eram enviados para o aterro sanitário de Paulínia. Dessa forma, será economizado até R$ 2 milhões por mês.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Caminhão derruba vários postes em rua do Jardim Itatinga em Campinas; Veja vídeo

Outras notícias