Prefeitura intensifica ações de combate a criadouros da dengue em Campinas

 Prefeitura intensifica ações de combate a criadouros da dengue em Campinas

Foto: PMC

O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), da Secretaria Municipal de Saúde, tem intensificado ações para eliminação de material que possa servir de criadouro para o mosquito Aedes aegyti, transmissor da dengue, zica vírus e chikungunya. A limpeza de áreas tem sido realizada em toda a cidade, principalmente naquelas regiões com alerta de maior risco de transmissão da dengue.

A Visa Regional Sul tem feito durante este mês de maio várias iniciativas focadas na retirada de possíveis criadouros. Entre os dias 17 e 20, foi realizada a limpeza da casa de uma acumuladora no Jardim Itatiaia, área de abrangência do Centro de Saúde Orosimbo Maia. A busca ativa por criadouros também foi feito no bairro da Vitória, área de abrangência do CS Vila Ipê, no início do mês, com participação dos agentes comunitários de Saúde do Centro e também agentes de controle ambiental da Visa Sul e da Administração Regional 9, da Secretaria de Serviços Públicos. A ação teve continuidade a partir do dia 18 de maio no bairro da Conquista, com os mesmos profissionais. Ao todo, foram 12 pessoas envolvidas.

O resultado foi a retirada de um caminhão repleto de criadouros em cada dia de limpeza nestas regiões. Os criadouros mais encontrados foram pneus, vasos sanitários e garrafas. Os bairros apresentaram aumento de casos de dengue no último mês, por isso a necessidade de evitar o aumento da população de mosquitos transmissores da dengue e outras arboviroses, afirma a coordenadora do Programa Municipal de Arboviroses, Heloísa Malavasi.


O mosquito Aedes aegypti se reproduz em água parada e para interromper seu ciclo de vida é necessário eliminar os criadouros. Qualquer recipiente em que a água fique acumulada por mais de uma semana é um criadouro em potencial. As ações do Devisa com as das equipes das Visas regionais, dos Centros de Saúde e agentes de controle ambiental também levam orientações aos moradores sobre os cuidados necessários.

Malavasi frisa que esse tipo de atividade em campo é importante para alertar a população sobre os riscos. “Essa busca ativa nas casas é fundamental. As pessoas devem se lembrar que 80% dos criadouros estão dentro das residências, em seus jardins e quintais, e incorporar esse cuidado de eliminar os possíveis locais que acumulam água todos os dias”, afirma.

Mais informações

Acesse o hotsite https://dengue.campinas.sp.gov.br/ para saber mais sobre o que a Prefeitura de Campinas está fazendo e como você pode colaborar para combater a dengue.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Duas locomotivas restauradas farão passeio entre Campinas e Jaguariúna neste sábado, 28/05

Outras notícias