A secretaria de educação da cidade de São Paulo já não garante mais o retorno das aulas presenciais a partir do próximo dia 8 de setembro.

O Governo do Estado estabeleceu essa data como reinício das aulas presenciais em todas as redes e em todos os níveis, porém as prefeituras têm autonomia para decidir se acatam a data ou não.

Algumas cidades do Grande ABC já tinham informado que vão reiniciar as aulas apenas no ano que vem, quando provavelmente alguma vacina contra o novo coronavirus já estará no mercado.

O problema está nas escolas particulares, que já queriam ter voltado antes pois afirmaram estar devidamente prontas com todas as normas de segurança sanitárias devidamente implementadas.

Com as escolas públicas postergando o retorno, as particulares acabam sendo impedidas de reabrirem as portas para que não haja disparidade no aprendizado.

Por enquanto a data está mantida em Campinas, mas isso poderá mudar se os números do novo coronavirus na cidade não apresentarem melhora significativa até lá.

Da Redação ODC.
Leia também: Menino de 15 anos bate carro do pai e mata irmã de cinco anos que estava sem cinto no banco ao lado