Desde o início da pandemia até o último dia 19 de maio, o Procon de Campinas autuou 447 estabelecimentos comerciais por causa de preços abusivos.

Foram recebidas 634 denúncias como falta de identificação de preços, desrespeito ao atendimento e preços muito mais altos que o normal.

A maior parte das irregularidades foram encontradas em farmácias e em mercados, de acordo com o assessor do Procon, Eder Gomes.

Os produtos com preços abusivos foram os itens de higiene e alimentos. Os estabelecimentos que não adaptaram o preço para a realidade foram multados.

As denúncias estão sendo recebidas através do telefone 151 e pelo site procon.campinas.sp.gov.br. Há a possibilidade de fazer também a denúncia pelo aplicativo do órgão.

Da Redação ODC.
Fonte: CBN
Leia também: Grave acidente entre três veículos deixa feridos na estrada de Itaici em Indaiatuba