Promotoria eleitoral de Campinas quer cassar chapa de Dário Saadi por suposta compra de votos

 Promotoria eleitoral de Campinas quer cassar chapa de Dário Saadi por suposta compra de votos

A promotoria eleitoral de Campinas modificou uma denúncia contra o candidato a prefeito de Campinas, Dário Saadi, incluindo seu vice, Wandão Almeida, na causa.

A cassação da chapa é solicitada por conta de uma suposta compra de votos que teria acontecido no dia 26 de setembro, durante um evento com consultas médicas gratuitas na região do Ouro Verde.

A denúncia foi feita pelo vereador Marcelo Silva, que é do PSD, partido do candidato a prefeito Artur Orsi que está atrás nas pesquisas de intenção de voto e bem longe de um eventual segundo turno, de acordo com pesquisas de intenção de voto.


De acordo com a denúncia, Dario não poderia ter feito essa ação às vésperas do início da campanha eleitoral. Dario se defende dizendo que já faz essa ação há pelo menos 20 anos e na mesma região.

Outro problema na denúncia é que na semana passada já tinha sido divulgado que haveria essa ação, antes de ser oficialmente apresentada pela promotoria eleitoral, o que pode colocar a promotora em suspeição.

Da Redação ODC.
Leia também: Homem é morto dentro de barbearia no DIC I em Campinas; Bebê no colo é atingido

Outras notícias