Quinto corpo encontrado em cemitério clandestino de Jarinu é de um morador de Hortolândia

 Quinto corpo encontrado em cemitério clandestino de Jarinu é de um morador de Hortolândia

O quinto corpo encontrado em um cemitério clandestino de covas rasas em Jarinu foi identificado. Trata-se de um morador de Hortolândia.

O quarto corpo, que ainda estava em fase de identificação e poderia ser de Campinas, foi reconhecido e confirmado como da cidade mesmo.

Apesar da grande divulgação da mídia, as forças policiais não fizeram a menção aos nomes de nenhuma das vítimas localizadas.


Os quatro mortos de Campinas moravam no Jardim Florence e no Cidade Satélite Íris e já tinham passagem por tráfico de drogas. Eles desapareceram em 12 de fevereiro.

As escavações no cemitério clandestino, que fica em uma fazenda conhecida como ‘Estância Marília’, durou 18 horas. Cães farejadores ajudaram no trabalho.

Todos os cinco corpos tinham marcas de tortura, incluindo cortes e sinais de espancamento. Além disso, todos também estavam com as mãos amarradas.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Vereador mineiro diz que todos os cachorros de rua deveriam ser mortos

Outras notícias