Um empresário de 24 anos de idade tirou uma foto ao lado da namorada cinco minutos antes de morrer afogado dentro de uma represa na cidade de Alumínio, em São Paulo.

João Guilherme Torres Fadini estava com a namorada Larissa Campos, de 25 anos, e mais um grupo de amigos na represa Itupararanga para comemorar um pedido de casamento dele para ela.

Em um determinado momento, João deu um beijo na testa de Larissa depois de tirar uma foto e disse que ia dar um mergulho. Nesse momento, ele entrou na água junto com amigos.

Todos começaram a brincar de nadar rápido e chegar na outra margem da represa. Quase todos desistiram, menos João e um cunhado de Larissa. Os dois começaram a pedir socorro, porém o cunhado conseguiu se segurar em um tronco de árvore.

Nesse momento, João já tinha sumido na água. Foi a primeira vez que o casal foi ao local e o empresário sabia nadar, mas o corpo dele foi encontrado apenas 1h30 depois da chegada dos bombeiros.

O casal estava junto há quase dois anos e o pedido de casamento foi feito de forma antecipada, já que João queria formar logo uma família. A lua-de-mel em 2021 ia ser na Colômbia.

A foto tirada cinco minutos antes da morte de João não foi postada no mesmo dia: “Ele tinha amado essa foto e eu não deixei ele postar porque estava com copo na mão. Ele falou: ‘vida,vamos tirar um foto porque a segunda está top (risos). Depois que tiramos, ele pediu pra eu esperar ele e falou que me amava”, disse a namorada.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Campinas pode avançar para a fase verde do plano de reabertura se números continuarem em queda