Rede Mário Gatti vai contratar mais 27 enfermeiros temporários para Campinas

 Rede Mário Gatti vai contratar mais 27 enfermeiros temporários para Campinas

Foto: PMC

A Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar publicou nesta quinta-feira, 20 de janeiro, edital de processo seletivo simplificado para a contratação temporária de 27 enfermeiros para atuação no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti e nas unidades de pronto atendimento. As inscrições poderão ser feitas exclusivamente pela internet no site da Rede (www.hmmg.sp.gov.br/redemariogatti) de 22 a 24 de janeiro. Não há cobrança de taxa de inscrição.

A contratação temporária de enfermeiros integra as medidas de enfrentamento ao surto de síndromes respiratórias que vem gerando sobrecarga assistencial nas portas de atendimento aos usuários do SUS que procuram a Rede Mário Gatti. A Rede terá o reforço de 163 profissionais – são 28 médicos, 108 técnicos de enfermagem e 27 enfermeiros.

Os técnicos de enfermagem já foram contratados e a classificação geral no processo seletivo de médicos foi publicada hoje. A publicação da lista de enfermeiros inscritos está prevista para dia 25 de janeiro e a classificação final em 7 de fevereiro. A previsão é que iniciem o trabalho em 15 de fevereiro.


A carga horária de trabalho dos enfermeiros será de 36 horas semanais e o salário-base de R$ 6.002,58 mais adicional insalubridade, de R$376,14. A duração do contrato será de seis meses e, se necessário, prorrogável por mais seis meses.

A classificação dos candidatos se dará pela somatória dos títulos apresentados. Eles serão convocados respeitando a ordem de classificação, por meio de publicação no site da Rede. No caso de empate na pontuação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate: maior número de filhos menores de 14 anos ou por sorteio.

A publicação da lista de inscritos está prevista para dia 25 de janeiro e a classificação final em 7 de fevereiro. A previsão é que iniciem o trabalho em 15 de fevereiro.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Por que é tão difícil conciliar amor e sexo nos relacionamentos?

Outras notícias