Região Metropolitana de Campinas perdeu mais de 32 mil postos de trabalho em cinco meses

97
Leandro Las Casas

A Região Metropolitana de Campinas perdeu 32.620 postos de trabalho apenas nos cinco primeiros meses deste ano, de acordo com um levantamento feito pela Associação Comercial e Industrial de Campinas, a ACIC.

O saldo negativo se refere à diferença entre o número de pessoas contratadas e o número de pessoas demitidas, cujo reflexo foi por conta da pandemia do novo coronavirus.

Nesse período a região fez a contratação de 127.272 trabalhadores, porém houve a demissão de 159.892 trabalhadores. No mesmo período do ano passado, o saldo tinha sido positivo em 8282 empregos.

A cidade de Campinas foi a que teve o maior número de postos de trabalho fechados: mais de 96 mil. Engenheiro Coelho teve índice menos pior: 575 desempregados. Já em porcentagem, a maior taxa de desemprego é a de Morungaba: 17,9%.

Para a ACIC, a tendência é de que haja uma melhora na economia daqui pra frente, porém a retomada deverá ser muito lenta, indicando que melhora considerável mesmo só a médio ou longo prazo.

Da Redação ODC
Fonte: CBN
Leia também: Ao menos 1/3 das academias de Campinas não vão mais abrir as portas